Publicidade - OTZAds

A economia global já está em em completa recessão e passa por grandes dificuldades em todo o mundo, devido ao surto global do Goronavírus.

O impacto da pandemia de coronavírus sobre a atividade econômica se tornou cada vez mais evidente e generalizado nos últimos dias, isso segundo projeções de economistas consultados pela agência Reuters em meio a uma série de ações de estímulos de bancos centrais nest gra semana.

A disseminação da terrível doença causada pelo Coronavírus, tem levado os mercados financeiros  de todo o mundo a entrarem em total desordem, países como França, Itália, Espanha, Brasil. já sofrem diretamente com esses impactos.

O pânico a cada diz está cada vez bastante evidente em diversos aspectos, isto é, em ações, títulos, ouro e preços de commodities, sublinhando as expectativas de graves danos econômicos decorrentes do surto de coronavírus.

Pesquisadores revelam que a expansão da econômica global já havia terminado ruim nos últimos meses desde que o vírus começou a se espalhar, porém, com o avanço da doença, as novas projeções são de intenso impacto.

Em editorial do G1, o chefe da pesquisa Global, Bruce Kasman, disse: Na semana passada, concluímos que o choque Covid-19 produzirá uma recessão global à medida que quase todo o mundo sofrerá contração entre fevereiro e abril”

Ainda segundo o G1, as novas previsões de crescimento para os piores cenários estimadas há apenas algumas semanas em alguns casos já estão no cenário central para economistas do setor privado nas pesquisas da Reuters.

As notícias não são tão agradáveis, em evolução sobre o Coronavírus, provocaram ‘saltos de previsão’, com economistas e estrategistas diminuindo repetidamente suas previsões.

Mas quais são as novas projeções?

Para o Brasil, a perspectiva para os próximos meses é de um caos previsto, especialistas dizem que é de que a economia global aumentará 1,6% este ano, quase metade dos 3,1% previstos na pesquisa de janeiro e a mais fraca desde a crise financeira global de 2007 a 2009. As previsões para o PIB global para 2020 variaram de -2,0% a + 2,7%.

Além disso, consistente com isso, nossos economistas agora esperam recessões na Europa, Japão, Canadá e possivelmente nos Estados Unidos”, afirmou a equipe de pesquisa econômica da Goldman Sachs.

Enfim, para outros conteúdos sobre educação financiera, cartão de crédito, finanças, etc.. clique aqui e leia matérias exclusivas.