Publicidade

Financiamento ou consórcio, qual o melhor?

Publicidade

Esta dúvida é bem frequente em quem deseja fazer pela primeira vez um financiamento seja de um carro, moto, ou até mesmo de um imóvel. De cara, isto é, de maneira objetiva nós podemos que cada um tem suas vantagens e desvantagens, e, portanto, você deverá fazer as comparações de acordo com a sua real necessidade.

Portanto, fique atento a todos os detalhes que nós iremos falar aqui sobre essas duas operações financeiras que merecem muita atenção. Uma das coisas mais importantes a ser lembrada logo é a seguinte: “qual a real importância do seu financiamento?” Qual a real necessidade deste bem? É para consumo direto ou ele pode esperar? Sim, você precisa fazer esses questionamentos antes de finalmente contratar o seu financiamento ou até mesmo o seu consórcio.

Publicidade

Vamos então para os esclarecimento, e quem sabe você decide o que irá fazer a partir desta postagem:

Financiamento ou consórcio, entenda a diferença

Veja bem galera, sabe-se que no financiamento, uma instituição financeira (IF) lhe empresta os recursos necessários para você adquirir seu carro agora e você devolverá estes recursos à IF em parcelas mensais, normalmente de valor fixo (sistema de cálculo conhecido como Price), por um prazo determinado, acrescido de juros. Também incide sobre o financiamento o Imposto de Operações Financeiras (IOF) e eventuais outras taxas.

Por essa simples razão: para facilitar a comparação entre IFs, devemos utilizar outra taxa, denominada de Custo Efetivo Total (CET). Caso, durante o período de pagamento, você receba algum recurso extra e queira adiantar o pagamento de parcelas, você terá desconto nos juros das parcelas futuras que está adiantando, reduzindo assim o prazo total do financiamento ou o valor das parcelas remanescentes.

O consórcio é um grupo de pessoas com interesse em adquirir algo.

Normalmente o consórcio de um veículo é mais famoso. As pessoas se juntam, com a organização de uma administradora de consórcios, para se ajudarem a comprar seus respectivos carros. O valor do veículo é dividido pelo número de participantes e, todos os meses, um deles será sorteado para receber os recursos dos demais para a compra do seu carro.

E assim sucessivamente até que todos os participantes tenham sido contemplados. Logo, você poderá ser o sortudo sorteado do primeiro mês ou ter que esperar até o último mês para adquirir seu carro.

Publicidade

Portanto, nesta modalidade não há acréscimo de juros, mas para cuidar do consórcio a administradora cobra uma taxa de administração. Além desta taxa poderá haver também a cobrança de taxa de adesão, fundo de reserva e seguro.

Veja bem, para que isso fique bem claro: o percentual do rateio da sua cota mensal é fixo, mas o valor poderá ser alterado caso haja variação no preço do carro.

Logo, isto é, se você quiser aumentar a possibilidade de ser contemplado, poderá efetuar lances, que é um valor que você pagará a mais que a sua parcela mensal, e concorrerá com outros lances para definir o contemplado por lance do mês. Lembre-se que neste caso não haverá desconto da taxa de administração sobre o valor do lance, mas o seu prazo de pagamento ou o valor das futuras parcelas será reduzido proporcionalmente ao valor do lance dado.

Desta maneira, a decisão entre financiamento ou consórcio passa primeiro pela sua urgência em adquirir o carro. Coloquemos agora alguns exemplos para entender melhor o custo desta decisão temporal.

Vamos simular que o leitor queira adquirir um veículo de R$ 50.000,00

Neste exemplo, ele (o comprador) não tem nenhum capital para dar de entrada. Ao pesquisar as opções, encontramos financiamentos de 60 meses com CET de 2,00% a.m. e consórcios de igual prazo com taxa de administração de 18,00%. Consideraremos que, nestes 5 anos, o valor do carro desejado não se alterará ou que será mantido o valor da carta de crédito do consórcio em R$ 50.000,00.

O financiamento será de parcelas fixas de R$ 1.438,40, portanto um desembolso total de R$ 86.303,90 mas com a compra do carro no presente.

Entendeu? Dúvidas deixe o seu comentário!

Publicidade