Publicidade - OTZAds

Com o objetivo de fomentar e desenvolver a cadeia produtiva da piscicultura em Rondônia, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), tem buscado novas parcerias e ações para difundir a cultura do tambaqui da Amazônia na mesa do brasileiro.

De acordo com o secretário da Seagri, Evandro Padovani, a comercialização do tambaqui da Amazônia em São Paulo irá fortalecer e desenvolver as atividades da piscicultura em Rondônia.

Rondônia Busca Parceria Rara Comercializar Tambaqui Da Amazônia No Mercado Nacional 02 de março de 2020

Setor Produtivo

“Estamos todos unidos em prol da cadeia produtiva do pescado do Brasil e da Amazônia.Agradeço ao governador, coronel Marcos Rocha, pelo incentivo e apoio ao nosso setor produtivo.

Estamos aqui buscando melhorias para a cadeia produtiva do peixe do nosso Estado que vem crescendo a cada ano”, disse.

Padovani ainda informou que o secretário de Nacional Aquicultura e Pesca, Jorge Seif, tem dado o total apoio para o fomento da produção de peixes.

Entretanto para a melhoria na comercialização interna no país e no mercado internacional.

Para o presidente da Acripar, Francisco Hidalgo, essa é uma oportunidade muito importante para o Estado colocar o tambaqui da Amazônia no mercado nacional. “Esse é mais um investimento, mais uma ação fundamental para vencermos as nossas dificuldades e chamar a atenção. Não só dos consumidores, mas também de investidores para o processamento desse peixe”, destacou.

Assim sendo o diretor-técnico do Sebrae Rondônia ressaltou que essa parceria visa promover o mercado do tambaqui no Brasil e expandir o consumo à população brasileira. “É um grande desafio do setor produtivo e das entidades em promover e fazer crescer esse setor tão importante e rico para o estado de Rondônia”, falou.

 

Consumidores de Peixes

“É um grande prazer recebê-los em São Paulo para discutir a comercialização do tambaqui. O peixe da Amazônia, e as oportunidades que nós temos, não só no mercado de São Paulo. Embora considerado o maior mercado consumidor de peixe do Brasil, mas também no mercado internacional, que tem buscado a proteína de peixe.

Sem dúvidas, concentrando esforços, conseguiremos expandir esse nosso tesouro que é a pesca do Brasil”, relatou o secretário Gustavo Junqueira.

De acordo com os dados da Seagri, Rondônia é o maior produtor de peixes nativos em cativeiro e o terceiro maior produtor do Brasil. Em suma  produção de tambaqui representa 90% da produção do Estado, seguido de jatuarana 6%, pintado 2% e pirarucu 2%. Rondônia hoje é líder na produção nacional de tambaqui.

A comitiva rondoniense também esteve na prefeitura de São Paulo para buscar parceria.