Publicidade - OTZAds

Você sabe como funciona a Taxa Selic do banco central no Brasil? Sabia que é importante você saber sobre as suas mudanças para ter um controle maior sobre suas finanças, especialmente o cartão de crédito?

É sobre esse assunto, que nós iremos falar neste post,  mas lembrando que em nosso portal Digital Seguro, você vai encontrar informações sobre os mais variados assuntos que envolvem sua vida financeira: cartão de crédito, planjemaneto financeiro, investimentos, empréstimos e muito mais.

Confira abaixo todas as informações sobre a Taxa Selic, segundo informações do Banco Central.

Afinal, o que é essa taxa Selic?

SELICE significa O Sistema Especial de Liquidação e Custódia. Esse termo é utilizado no mercado bancário nacional e internacional.  Conforme BC, a taxa Selic serve para monitorar e controlar a inflação, ela também controla a emissão, compra e a venda de títulos. Umtipo de modelo para o custo do crédito no país.

A Selic é a taxa básica de juros da economia no Brasil. Além disso, ela tem o papel de também para o financiamento de operações com duração de um dia, ou overnight, a garantia são os títulos públicos.

O que essa Taxa Controla?

Em termos gerais, ela controla os investimentos como caderneta de poupança, CDB, LCI, LCA e LC. Até porque os investidores de muitos títulos brasileiros lucram através dos juros abusivos em relação ao consumidor. Dessa maneira ela faz com que entre mais dinheiro no Brasil, provocando um movimento da moeda.

Com base na taxa Selic os setores responsáveis definem a taxa de juros da poupança, de cartão de crédito, cheques especiais e crediários. Os bancos calculam a quantidade de juros em um empréstimo através dela.

Vejamos um exemplo:

se a Selic estiver baixa, o melhor a fazer é pegar um empréstimo ou então fazer compras a prazo. Se estiver alta, melhor não fazer nada, poupar dinheiro.

Todavia,  caso o Banco Central resolva reduzir a Selic (algo praticamente impossível), essa queda poderá demorar a chegar ao consumidor. Até porque os bancos cobram, em forma de juros, os impostos (IOF), os custos envolvidos, a inadimplência e o lucro.

Considerações finais – outra interferência da Selic

Ela efeta em investimentos, porque o investidor que aloca o seu dinheiro em fundos CDI, sofrerá a influência devido ao fato de que a maioria desses fundos seguem a rentabilidade da taxa Selic. Por essa razão, quando o Copom decide reduzir a taxa Selic, o rendimento irá diminuir em todo o investimento de renda fixa que se baseia no CDI, como a poupança.

Mais informações sobre esse tema? Acese este link e confira outras matérias relacionadas.