Em relação ao trimestre anterior, carteira de crédito cresceu 11,5% em 2019, para R$ 43,8 bilhões.

O Banco BTG Pactual, o maior banco de investimento da América Latina, divulgou na última sexta-feira (dia 14), um salto de 42% no lucro líquido do 4° trimestre de 2019.

O lucro líquido recorrente alcançou R$ 1,01 bilhão, alinhado com as expectativas de analistas. Com as receitas subindo 61% na comparação anual, para R$ 2,486 bilhões.

No acumulado do ano passado (2019), o lucro líquido ajustado foi de R$ 3,833 bilhões.

btg pactual tem salto nos lucros de 42%

Os ganhos na mesa de operações, na divisão de banco de investimento, empréstimos corporativos e investimentos proprietários, compensaram uma elevação de 21% nas despesas operacionais. Importante: incluindo os bônus aos funcionários.

Roberto Sallouti, presidente do Banco BTG Pactual, ressaltou que as perspectivas para o ano de 2019 foram comprovadas pelos resultados consistentes que obtiveram.

Ele ainda reforçou que o banco de investimento é o maior da América Latina e que está confiante para 2020. O ano, afirma, será de “foco na excelência do atendimento aos nossos clientes, além de investimentos consistentes em inovação para manter o sólido crescimento de todas as áreas.”.

Com crescimento de 7,5% no trimestre e de 31,6% no ano, os ativos sob gestão e administração chegaram a R$ 273 bilhões,

Em relação ao trimestre anterior, o banco continuou expandindo sua carteira de crédito para R$ 43,8 bilhões, com crescimento de 11,5%, ajudado por empréstimos para fora do Brasil e para companhias de pequeno porte.

No mês de novembro, o BTG disse que planejava mais empréstimos na Colômbia e no Chile.

btg pactual lucro de 42% 2019

O banco também reportou um retorno anualizado sobre patrimônio, uma medida de lucratividade, de 19,1%, sutilmente abaixo do nível observado no trimestre anterior.

Agora, os principais esforços do BTG estão, reconhecidamente, concentrados em expandir a plataforma digital de investimentos para clientes, chamada BTG Pactual Digital. O banco espera tornar-se o sexto maior banco de varejo do Brasil em número de clientes.

Saiba mais sobre educação financeira aqui.