Em 2015, Cibelle Rodrigues desempregada, formada Administração, saiu do emprego de analista financeira, como muitas pessoas, encararam o momento dramático como um chamado para empreendedorismo.

Junto à sua companheira Alice Lins, deu início ao Portal do Temaki em Paulista, na RMR, amante da cozinha, pensou em várias coisas.

Continua apos a publicidades

Como Maranguape 1 é um bairro populoso e não tinha nada parecido, contudo demos ‘a cara a tapa’ e abrimos”, relembra Cybelle.

 Empreendedorismo: Do desemprego Ao Portal Do Temaki No Ceará 18 de fevereiro de 2020

Culinária

De fato o restaurante vende culinária de inspiração oriental, adaptada ao gosto do público local, oferecendo rodízio e muitos itens com cream cheese.

Continua apos a publicidades

De tal forma que Cybelle saiu diretamente do desemprego para o universo dos sushis e não se arrependeu.

A marca deu certo e assim sócias expandiram, três anos depois da fundação, abrindo uma filial numa das principais vias Olinda, a rua do Carmo nordeste.

Recentemente, a unidade olindense do Portal do Temaki e possui o campeão de audiência do cardápio – o Mega Supremo, um super temaki de 1kg,sem alga.

De modo envolvido com uma lâmina grossa de salmão, e recheado com arroz, cream cheese, pasta de peixe e camarão empanado.

Continua apos a publicidades

Cardápio

O Custo é R$ 53 e serve umas três pessoas, em seguida tem opção o Mega e o rodízio, que não para de chegar às mesas.

O rodízio inclui hossomakis, uramakis, cariocas, sunomono e temaki, além de pratos da cozinha chinesa – yakissoba e rolinhos fritos. Sai a R$ 44,90.

Uma passada de olho no cardápio basta para sacar que Cybelle, que se vira na cozinha junto a uma equipe de cozinheiros.

Logo que fácil identificar uns toques criativos, como é o caso do temaki de shitake (R$ 15) e o tataki de salmão trufado (R$ 25).

Cybelle é o cérebro da pesquisa de cardápio e diz que sempre que pode, “levanta” uma receita com um to­que aqui e acolá no empreendedorismo.