Publicidade - OTZAds

O Governo Bolsonaro anda passando por uma das maiores crises do desde que o ex-ministro Sergio Moro pediu demissão do cargo de ministro da justiça, e por consequência, outros fatores se agravaram com a troca do comando da PF.

E no meio artístico uma atriz vem causando muita confusão desde que resolveu apoiar publicamente o atual Governo Bolsonaro que é abertamente contra a sua emissora, mas quais são as principais implicações nisso?

Conforme publicação do UOL,  ela que tem sido alvo de especulação após o discurso do presidente Jair Bolsonaro, na última sexta-feira, a secretária de Cultura, Regina Duarte, escolheu um comentário no Instagram para marcar sua posição após a ruptura entre o presidente e o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro.

Regina Duarte diz que mantém o apoio a jair Bolsonaro

Regina Duarte segue firme apoiando Bolsonaro

Polêmica desde sempre, Regina Duarte vinha mantendo silêncio desde a demissão de Moro, sobre quem já fez vários elogios públicos desde o ápice da operação Lava Jato, que marcou a escalada da popularidade nacional do então juiz federal em Curitiba.

Rolou na net com um dos principais assuntos:  em uma resposta escondida a um seguidor em uma publicação, na madrugada de domingo para segunda, Regina demonstrou manter o apoio ao Presidente da República.

No Governo, segue a crise em outros setores.

Quem diria enhim? Todos falam que Guedes será o próximo a sair. E conforme o portal Terra, ele está extremamente irritado com uma reportagem da TV Record da noite de quinta-feira, em que ele é pintado como insensível com os pobres.

O vídeo lista diversos erros de Guedes na condução da economia no Brasil após a crise instalada por Moro, ex-ministro da justiça.

Assessores palacianos disseram que um interlocutor direto de Paulo Guedes no Ministério da Economia entrou em contato com a imprensa  pra afirmar que o ministro não viu ingerência de Bolsonaro na reportagem, como esta nota afirmava. Segundo este interlocutor, Guedes levou o assunto a Bolsonaro e o presidente lhe disse que se tratava de fogo amigo, e que investigaria quem era o responsável pelo vídeo.

Gostou? Compartilhe!

Fonte: Portal UOl