Bancos aprovam ampliação de de linhas de crédito, essa notícia sem dúvida vai agradar muitos de vocês que nós segue, mas fiquem atentos, existem regras específicas para aprovação.

As linhas para 2020 cresceram cerca de 15% nas carteiras dos quatro maiores bancos do país (Bradesco, Itaú e Santander, além do estatal Banco do Brasil) em 2019.

O fluxo, conforme perspectivas de economistas, acompanha o ambiente de maior otimismo com a economia brasileira para este ano, todavia também reflete esforços maiores dos bancos para manter o lucro em um cenário de juros na mínima histórica e ante um índice de emprego com recuperação abaixo do esperado.

Os bancos recorrem a essas linhas porque buscam diferença entre o custo de captação e o de empréstimo, logo,  conseguem manter o lucro. Mas a presença mais forte das fintechs e o PIB ainda baixo limitam esse ganho.

Confira mais infromações abaixo

Bancos aprovam ampliação de aprovação de cartão de crédito e crédito pessoal

Linhas de crédito consignado e financiamento imobiliário

Essas linhas  de crédito cresceram 16,6% e 9,6%, respectivamente, quando considerados os quatro bancos. No caso do Banco do Brasil, o último dos quatro a divulgar o balanço de 2019, a linha de crédito que mais cresceu foi a de empréstimo pessoal, com alta de 45,2%.

Entretanto, o crédito consignado subiu 14,3%, e cartão de crédito, 10,7%. O lucro do BB foi de R$ 17,8 bilhões em 2019.

Por fim, ao que foi divulgado, a carteira total caiu 2,6%, puxada pelo recuo nos empréstimos a grandes empresas. Como enorme reflexo, o banco reforçou o foco na administração de recursos.
O controle desses indicadores é importante, principalmente em relação aos cortes de custos, que continuam primordiais para este ano”, diz.

E não para por aí, a expectativa é que a composição do lucro dos bancos também tenha uma mudança estrutural.

Para concluir, as receitas dos bancos serão mais híbridas, portanto, elas não serão mais só calcadas em crédito.

Dúvidas? Deixe seu comentário!

Fonte: Valor Ecnoômico