Publicidade - OTZAds

A Cia. Hering vai produzir cerca de 6,8 mil uniformes de proteção, contendo blusas e calças, para profissionais da saúde que estão atuando no combate ao novo coronavírus.

As peças serão doadas a instituições de saúde de Santa Catarina, Goiás e Rio Grande do Norte, estados onde a empresa possui unidades produtivas e centros de distribuição.

Portanto para tanto, parte da capacidade produtiva da Hering será mobilizada para a confecção desses uniformes “de forma consciente e cautelosa”.

Hering Vai Produzir E Doar Uniformes De Proteção Para Hospitais Coronavírus 29 de março de 2020

A companhia ainda informou que funcionários que atuam nesta produção seguem com orientação e acompanhamento constante.

Blumenau Hering

Em Blumenau, os hospitais Santa Isabel, Santa Catarina e Santo Antônio já receberam as peças.

Assim sendo Hering não é a única empresa têxtil da região que está se mobilizando para ajudar no enfrentamento da pandemia.

O setor produtivo, de uma maneira geral, tem demonstrado sua solidariedade naquilo que é possível, em que pese o congelamento de boa parte da atividade econômica.

De Pomerode, a TZE anunciou a distribuição de 1,5 mil máscaras feitas de tricoline e 100% algodão. O produto não impede a contaminação nem substitui os cuidados de higiene pessoal. Mas pode ser usado como modo de prevenção, informou a empresa. As máscaras foram encaminhadas a asilos e postos de saúde.

Já a Lunelli, de Guaramirim, mas que conta com unidade em Luiz Alves, também informou que produziu 30 mil máscaras de tecido que foram encaminhadas para doação.

Assim sendo pós anos do seu crescimento a Hering também passou por alguns problemas. Pois ela se preocupou tanto em crescer e abrir novas lojas que esqueceu de acompanhar os resultados. Passando assim por momentos de grande queda nas vendas, sendo necessário pagar parte dos franqueados do próprio bolso. A Empresa que valia 8 milhões na bolsa de valores passou a valer apenas 2 milhões. Foi uma empresa que cresceu demais e se perdeu pelo caminho.