Publicidade - OTZAds

A São Salvador Alimentos (SSA) inaugurou, na última sexta-feira (28), a nova planta industrial localizada no município de Nova Veneza – a cerca de 42 quilômetros de Goiânia.

Contudo o projeto de ampliar sua participação no mercado nacional e internacional, a fábrica contará com um investimento total de R$ 455 milhões. Assim sendo dividido em duas etapas: nesta primeira, já foram investidos R$ 255 milhões, e o restante será realizado até 2022.

 

SSA Inaugura Nova Fábrica De Abate De Aves Em Nova Veneza 02 de março de 2020

10 Estados

“Estamos com fome de empreender. Estamos com desejo de crescer”, afirmou em seu discurso o empresário José Garrote, CEO da SSA.

A empresa está entre as dez maiores do setor no País e detém as marcas SuperFrango e Boua. Contudo a SSA também está presente em 10 Estados e exporta para 67 países.

A nova unidade começa com capacidade de abater até 160 mil aves por dia e pode ser ampliada para 320 mil. Foram gerados cerca de 1,1 mil empregos diretos e mais de 10 mil indiretos.

“Tenho uma fé viva que nós ainda vamos crescer muito nos próximos anos. Quando falo nós, não é só a SSA, mas Goiás e o Brasil como um todo. Eu acredito muito nisto”, afirma Garrote.

Contudo Garrote enfatizou que, além de fortalecer a posição da SSA no mercado interno, os novos investimentos vão também ampliar a presença dos produtos no mercado externo. “Nossos investimentos nos colocam numa posição diferenciada no mercado, onde podemos oferecer mais produtos para mais países. A nossa unidade de Itaberaí já tem certificação para exportar para 160 países, e comercializamos para 67. Esta unidade aqui em Nova Veneza já nasce com habilitação para 106 países. Então a sinergia das duas unidades nos permite ampliar mercado e gerar mais emprego e renda em Goiás”, pontua.

O evento contou com a presença de autoridades do meio político e do setor empresarial de vários Estados. O governador Ronaldo Caiado (DEM) defendeu que a empresa busque ampliar as exportações para ao mercado asiático, citando projeto da ministra Tereza Cristina (Agricultura) de abrir o mercado da Índia para a proteína processada no Brasil.

Expansão

Embora as vendas da São Salvador Alimentos (SSA) cresceram 35% no ano passado. O faturamento bruto passou de R$ 1,249 bilhão (2018) para R$ 1,687 bilhão em 2019.

Em peso bruto comercializado, o crescimento foi de 10% no ano passado, para o total de 217,5 mil de toneladas. O aumento das vendas da indústria foi o dobro do crescimento do setor em Goiás e no Brasil.

Embora segundo dados do Ministério da Agricultura, o Valor Bruto da Produção (VBP) da avicultura cresceu 18,5% no Estado no ano passado em relação a 2018, atingindo R$ 4,5 bilhões. No Brasil, este crescimento foi de 14,1%, chegando a R$ 65,3 bilhões em 2019.

Entretanto um dos principais fatores para o crescimento da produção e das vendas da SSA foi o aumento das suas exportações: 66% maiores em 2019, passando de R$ 317,3 milhões para R$ 529,2 milhões.

Exportação

Em peso bruto, o crescimento das exportações da empresa foi de 37,4%, para 59,5 mil toneladas. As vendas externas representaram no ano passado 31% do faturamento bruto da SSA, que exporta atualmente para 66 países, sendo que em 2019 começou a exportar para os mercados da Rússia, do México, da Escócia e para a Coréia do Sul. A indústria goiana está habilitada pelos órgãos federais e internacionais para exportar seus produtos para mais de 150 países.

No mercado brasileiro a SSA comercializa seus produtos para mais de 25 mil clientes em nove Estados e no Distrito Federal.

Então a previsão para este ano, com a produção da nova fábrica em Nova Veneza, é de ultrapassar a casa de R$ 1,8 bilhão em faturamento bruto. As exportações devem chegar a 260 mil toneladas e corresponder por quase 50% do faturamento bruto da SSA.

A meta é sempre manter o crescimento produtivo, de vendas e de geração de empregos e renda e, assim, se posicionar e se consolidar como uma das maiores empresas do setor agroindustrial do Brasil.